Loading...

E‑CONTENT BLOG

ACOMPANHE AS NOVIDADES POR AQUI
Lupa mostrando SEO para conversão do produto

Confira 5 técnicas de SEO para melhorar a conversão do seu produto!

O SEO (Search Engine Optimization) são técnicas usadas nas estratégias de marketing digital para melhorar o posicionamento do site ou blog de forma orgânica. Ou seja, é possível gerar conversão do seu produto e da sua marca, tráfego e credibilidade. 

Segundo uma pesquisa realizada pelo SEMrush, as tendências de marketing de conteúdo para 2020 mostram que cerca de 67% das empresas usem como tática de ranqueamento a otimização para mecanismos de pesquisa. Ou seja, o SEO. 

No e-commerce, essas otimizações ajudar atrair mais visitantes para suas páginas e captar leads mais qualificados e com potencial de conversão do seu produto. 

Logo, o SEO atua com uma função muito importante que é priorizar a experiência do cliente. 

Mas, você conhece essas técnicas de otimização? Não? Não se preocupe, a ISEE vai te ensinar algumas técnicas para dominar o assunto. Vamos, lá?!

1- Palavra-chave

A palavra-chave é a parte fundamental do SEO para e-commerce. São através delas que os visitantes chegam a sua página e consegue fazer a conversão do seu produto. 

Mas, você está pensando, mas como escolher essas palavras-chaves? Atualmente, temos as palavra-chave long tail e head tail. A head tail são palavras mais generalistas e com volume busca mais alto. Já a long tail a palavra é longa e mais específica e seu volume costuma ser menor. 

Assim como as palavras-chaves são importante, o saber o usar é mais importante ainda. Logo, não podemos usar somente um tipo de palavra-chave, é necessários ter um equilíbrio. 

Após um estudo de qual palavra-chave você quer trabalhar no seu site, você precisa saber onde colocá-las.  Por isso, você deve usar as palavras-chaves na URL, na meta descrição, no meta título, no H1, no resumo do produto dentro do e-commerce, nas imagens do produto. 

Lembre-se que apesar da meta descrição não ser um fator direto para se ranquear, esse espaço pode ser uma grande oportunidade para conquistar seu cliente com um clique. 

Ou seja, se você usa esse espaço da meta descrição para chamar atenção do usuário, você consegue criar um interesse dele em clicar no seu site. 

Portanto, saiba usar a palavra-chave de acordo com sua estratégia e cuidado com uso excessivo dela porque o seu site pode sofrer punições dos buscadores orgânicos. 

2- Tempo de carregamento

Se tem um ponto que sempre vai ser um diferencial é o tempo de carregamento do site. Com certeza, você já ficou irritado alguma vez com a demora para carregar a página de algum produto na internet, não ficou? 

Esse tempo de espera pode ser determinante para seu lead permanecer na página do seu e-commerce. 

Ou seja, se o site demora carregar, a tendência é que as pessoas abandonem a página. Este resultado você vai ver na taxa de rejeição quando você mensurar os resultados da conversão do seu produto. 

Acredite, isso também acontece com o mobile.

Com esse avanço das as pessoas usando dispositivos móveis para realizar várias atividades, como abrir e responder email, fazer compras e outras ações. Sendo assim, a demora pode trazer impactos negativos na experiência do consumidor

Por isso, use ferramentas para controlar a velocidade das páginas, coloque imagens mais leves na sua página inicial e retire widgets lentos.

3- Segurança de Dados

Um ponto que deve-se ser cuidado com muito atenção é saber se o seu e-commerce cumpre com as diretrizes de segurança da internet.

Em outras palavras, quero dizer que as páginas da web precisam tem o protocolo HTTPS que é o responsável pela criptação dos dados. 

Além disso, o Certificado SSL garante a segurança ao usuário na hora de trocar dados com seu e-commerce. Por exemplo, quando o cliente preenche dados bancários para efetuar uma compra. 

Portanto, em lojas online é imprescindível ter essa certificação que permite que os dados do consumidor seja mantido em segurança. 

4- Linking Building

Você já deve ter ouvido Linking Building, essa é uma das estratégias de SEO para negócios online mais importante.  

O Linking Building é uma rede de links internos e externos que direciona o tráfego e gera autoridade nos mecanismos de buscas. 

Ou seja, para o varejista online isso é bom porque ele consegue fazer com seus clientes fiquem navegando mais tempo na página do e-commerce.

Logo, isso ajuda aumentar a taxa de conversão do seu produto, pois os links internos podem ser usados para sugerir outros produtos semelhantes da sua loja virtual.   

5- Redirecionamento 301

O redirecionamento 301 é usado quando uma pessoa busca uma página na internet e essa página mudou de endereço e está com uma nova URL. 

O redirect é importante para o SEO de um varejo digital

Além disso, existem diversas situações que você pode precisar fazer o redirecionamento 301,como: migrar um site ou uma página que não existe mais, impedir duplicação do conteúdo ou mesmo só atualizar um URL. 

No e-commerce esse redirecionamento pode acontecer quando você deixa de vender um produto de uma determinada marca. 

Logo, se o seu cliente voltar a sua loja virtual para comprar um produto e perceber que não tem estoque, acabará gerando uma experiência ruim e isso não pode acontecer, já demos dicas para não errar nisso, neste post aqui.

Nesse momento é que o redirecionamento 301 atua, para que você não perca o acesso dele na sua página. A intenção é fazer com que esse possível lead faça a conversão do seu produto.

Portanto, saiba que todo usuário quando não encontra o que procura em um determinado site e volta para página de resultados da sua pesquisa, essa página pode perder posições no ranqueamento.

Deu pra perceber a importância do SEO para página do e-commerce? 

Nossa equipe de especialistas em SEO pode ajudar, entre em contato e saiba como fazemos a melhor descrição de produto aliada às técnicas de SEO.

Você também pode se interessar: Descubra como destacar seu produto no e-commerce. 

Head de SEO, Jornalista e Especialista em Marketing Digital
Post By Brendda Costa
Brendda.Costa