Loading...

E‑CONTENT BLOG

ACOMPANHE AS NOVIDADES POR AQUI
O e-commerce e o novo consumidor

O seu e-commerce é uma Perfect Store?

Falamos anteriormente um pouco sobre a importância da experiência do consumidor e sobre o comportamento dos novos shoppers – os millennials. Por isso vale a reflexão: o seu e-commerce está dentro do conceito de Perfect Store?

Primeiramente, é valido deixar claro o que queremos dizer com Perfect Store. Simples: uma loja virtual que atenda às expectativas dos consumidores, proporcionando sempre uma experiência positiva.

Por isso, é preciso estar atento a cada detalhe do seu e-commerce. Desde a home até à entrega do produto e política de logística reversa. Mas, vamos nos concentrar por hora na loja online.

Perfect Store: o seu e-commerce atende às expectativas dos shoppers?

Quem trabalha com e-commerce sabe que é preciso muito mais do que uma grande oferta no valor do produto para converter a venda. Nesse sentido, é preciso oferecer uma verdadeira experiência para o consumidor – que agora é mais informado, e justamente por isso, exigente.

Diferentemente da loja física, as pessoas não estão vendo o seu produto pessoalmente. Portanto, você deve engajar o consumidor e transmitir segurança para que ele se sinta à vontade para comprar. É aí que começamos a falar sobre Perfect Store!

Ainda assim, com esse conceito, criamos um ambiente agradável e favorável à compra, aumentando a chance de conversão. E por ambiente agradável e favorável não estamos falando apenas em UX design.

Todas as páginas dentro do seu e-commerce devem combinar funcionalidade e usabilidade, além de transmitir uma mensagem e confiança. Mas, separamos algumas dicas para te ajudar a construir uma Perfect Store.

Como construir uma Perfect Store

Não adianta apenas ter uma alta taxa de visitas ao seu site. Por isso, vamos te apresentar algumas boas medidas recomendadas para aumentar a taxa de conversão:

  1. Home

Priorize a navegação do seu site, faça com que o shopper encontre o que deseja. Uma boa forma de fazer isso é deixar a barra de busca sempre visível e utilizar filtros. Além disso, outra boa prática é utilizar categorias como ‘novidades’, ‘promoção’ e ‘mais vendidos’. Mas, claro, lembre-se de manter tudo sempre atualizado!

  1. Página de categoria

Falando em categorias… elas são ótimas para situar o consumidor sobre o que ele encontrará em cada página. Disponibilize os produtos em fileiras horizontais e utilize banners para indicar a categoria ou promoções dentro dessa categoria. Logo, é importante manter um plano de navegação claro para melhorar a usabilidade das páginas.

  1. Página de produto

Esta é uma das páginas mais importantes, pois é aqui que o consumidor pode tomar a decisão de compra. Por isso, disponibilize todas as informações possíveis e necessárias. Todas mesmo!

O conteúdo do seu produto é extremamente importante para a conversão. Portanto, invista em imagens de qualidade com ângulos variados e imagens em 360º, capriche na descrição do seu produto, informe sobre o peso, medidas, cores, materiais e otimize todo esse conteúdo com o uso de estratégias de SEO. Nesse sentido, uma boa dica é disponibilizar os reviews do seu produto na página, pois além de transmitir mais segurança, ainda auxilia no SEO.

Outra prática muito útil é recomendar produtos através de cross-selling e up-selling.

Agora, se você quer mesmo elevar o nível da sua página de produto e aumentar ainda mais as chances de conversão, utilize um conteúdo especial.Logo, com um e-content responsivo é aquele que traz o destaque para todos os benefícios do seu produto, além de tirar as dúvidas do shopper, ainda promove engajamento. Além do mais, 91% dos consumidores consideram o conteúdo mais detalhado como sendo fundamental.

  1. Check out

O check out deve ser o mais simples o possível. Utilize meios como ‘comprar com apenas um clique’ para que o consumidor não precise preencher os dados a cada compra.Logo, como boas práticas, aqui você pode disponibilizar os produtos na ordem em que foram adicionados ao carrinho, assim o shopper pode conferir a compra antes de finalizar.

Ou seja, vale também oferecer variadas formas de pagamento, informar o prazo de entrega e utilizar os selos de segurança para incentivar a compra. E não se esqueça de disponibilizar a política de devolução e troca!

E aí, após essas dicas, você pode dizer se o seu e-commerce é uma Perfect Store?